Pablo Neruda

"Isso é tudo. Ao longe alguém canta. Ao longe. A minha alma não se contenta com havê-la perdido. Como para chegá-la a mim o meu olhar procura-a. O meu coração procura-a, ela não está comigo.
A mesma noite que faz branquejar as mesmas árvores. Nós dois, os de então, já não somos os mesmos. Já não a amo, é verdade, mas tanto que a amei. Esta voz buscava o vento para tocar-lhe o ouvido. De outro. Será de outro. Como antes dos meus beijos. A voz, o corpo claro. Os seus olhos infinitos. Já não a amo, é verdade, mas talvez a ame ainda. É tão curto o amor, tão longo o esquecimento. Porque em noites como esta tive-a em meus braços,a minha alma não se contenta por havê-la perdido. Embora seja a última dor que ela me causa,e estes sejam os últimos versos que lhe escrevo."

domingo, 17 de abril de 2011

Este é o meu presente: meu livro pronto e disponível na internet!


Esperei este lindo dia de Chavela, 17/04/2011, para divulgar minha obra mais linda: o livro que escrevi para Chavela Vargas.
A principio, seria uma carta onde me apresentaria a Chavela. Mas havia muito o que dizer.
Quando a vi pela primera vez, em 12/11/2009, estava pronta só uma parte do livro, e foi a versão que a presenteei. Em novembro de 2010, a presenteei com a versão completa deste livro que agora disponibilizo em portugues (e em alguns dias em espanhol tambiem). Existe a versão infantil deste livro, com ilustrações e que a propria Chavela leu.
Estou imensamente feliz por concluir esta obra tão importante para mim. A historia mais linda e inspirada de minha vida.
Minha historia. Meu sonho realizado. E a atenção de Chavela Vargas.

Te amooooo!!

Siga o seu coração: busque Chavela Vargas!, por Thais Petranski - Clube de Autores http://t.co/tblV1Dw vía @clubedeautores

Nenhum comentário:

Postar um comentário