Pablo Neruda

"Isso é tudo. Ao longe alguém canta. Ao longe. A minha alma não se contenta com havê-la perdido. Como para chegá-la a mim o meu olhar procura-a. O meu coração procura-a, ela não está comigo.
A mesma noite que faz branquejar as mesmas árvores. Nós dois, os de então, já não somos os mesmos. Já não a amo, é verdade, mas tanto que a amei. Esta voz buscava o vento para tocar-lhe o ouvido. De outro. Será de outro. Como antes dos meus beijos. A voz, o corpo claro. Os seus olhos infinitos. Já não a amo, é verdade, mas talvez a ame ainda. É tão curto o amor, tão longo o esquecimento. Porque em noites como esta tive-a em meus braços,a minha alma não se contenta por havê-la perdido. Embora seja a última dor que ela me causa,e estes sejam os últimos versos que lhe escrevo."

segunda-feira, 10 de maio de 2010

O segredo de tudo, o que realmente importa.


É impressionante tudo que está acontecendo e tudo que aconteceu nesta última semana.
Estive cercada de pessoas especialíssimas que me trataram com muito carinho, que me fizeram feliz em diversos momentos. Nomes e companhias importantes como Chavela Vargas, Maria Cortína, Patsy, La Negra Chagra, Mario Ávila, Carol Petersen e tantas outra almas iluminadas que cruzaram meu caminho pelo México.
A companhia de meu queridíssimo amigo César, que tanto me ajudou (e que me assegurou que eu não morreria se comesse os tais esquites com limão), foi de vital importância para que tudo corresse perfeitamente bem durante essa estadia (decidida um dia antes do lançamento oficial do cd Por mi culpa! de Chavela Vargas)repentina no México.
Pode parecer à primeira vista a declaração de uma fã apenas, mas Chavela não é apenas a cantora que admiro. Ontem, refletindo muito depois de uma conversa esclarecedora com meu padrasto, quando me questionou sobre a mudança que ocorreu em minha vida assim que Chavela "saltou" aos meus olhos, descobri que ela trouxe vida, paz e arte à minha vida. Era isso que faltava. Vida.
E o grande estalo veio no momento em que ouvi sua voz pela primeira vez.
A arte a trouxe até mim e fui obrigada a buscá-la no México, para que ela soubesse que havia me transformado através de seu dom.
Arte. O que eu sempre soube.
Paz. O que eu mais sonhava e pedia.
Vida. O que eu precisava.
Encontrei tudo isso no México, através desse louco amor por essa sensacional mulher chamada Chavela Vargas.
Hoje e durante todos os dias de minha vida, tenho que agradecê-la por isso.
Descobri a magia de estar viva na voz dessa mulher.

Cheguei do México sexta feira, e na mala de mão eu trazia o jornal com as fotos do lançamento do cd, os cds, o livro e tudo que eu havia comprado durante a viagem. Não era muita coisa, mas eram as coisas mais importantes que eu trazia. Essa mala foi esquecida no táxi que me trouxe para casa. Eu perdi tudo que trazia de lembrança.
Foi quando eu comecei a pensar desesperadamente naquele taxista, comecei a chamá-lo mentalmente, para que voltasse e trouxesse meu tesouro. Chorei, não comi e só pensava nele.
No sábado, 22 horas depois de ter perdido a mala, o taxista bate a minha porta. Vamos até o carro e abro a mala. Tiro o jornal e lhe digo:
- A coisa mais importante desta mala é esse jornal. Eu fui atrás desta mulher no México, e aqui está minha foto com ela.

O que este senhor fez não tem preço, e sei que conheci outra pessoas muito especial por intermédio da mesma pessoa que alegra tanto minha vida com suas canções.

Linda Chavela, saiba que Deus te colocou na minha vida para que eu compreendesse muitas coisas. E não poderia ser um anjo loiro de olhos azuis que me faria entender. Tinha que ser algo muito forte, muito intenso e quase trágico.
Tinha que ser você.

Um comentário:

  1. É tudo muito forte né more, eu vejo o brilho intenso nos seus olhos quando está com ela ou fala dela. Eu fico muito feliz por você, por ela ter feito você descobrir o real sentido da sua vida, feito você acreditar em você e abrir seus olhos. Esse é o real sentido da arte, despertar o que tem de melhor e pior nas pessoas, fazer você curtir ou rir do seu ridículo e só assim poder dar um passo à diante e buscar um pouquinho de felicidade nesse mundo tão cruel.
    Chavela é muito importante na minha vida também, você sabe disso, ela que ameniza minha dor e me faz enxergar o passo adiante. Só que sei que pra você a energia é outra, é muito diferente, o seu amor por tudo isso é magnífico e te dá vida, te dá gás, é o sentido de uma vida feliz.
    Fiquei muito emocionado ao receber seu e-mail e surpreso ao mesmo tempo com a notícia repentina e feliz por você, por viver esse momento tão especial e único... Infelizmente esse vulcão de emoções está dando os últimos suspiros, mais o que é grandioso vai ficar e continuar emocionado as pessoas pela eternidade, pois a força de Chavela Vargas nunca vai acabar, e vai continuar dando sentido nas vidas de muitas outras pessoas.
    E através dela recebi um presente também, a sua amizade, e isso me deixa muito feliz, mesmo com toda ausência e distância eu sinto um carinho muito grande por você e se não fosse Chavela nunca poderia ter tido o prazer da sua existência na minha vida. Bjooooo

    ResponderExcluir