Pablo Neruda

"Isso é tudo. Ao longe alguém canta. Ao longe. A minha alma não se contenta com havê-la perdido. Como para chegá-la a mim o meu olhar procura-a. O meu coração procura-a, ela não está comigo.
A mesma noite que faz branquejar as mesmas árvores. Nós dois, os de então, já não somos os mesmos. Já não a amo, é verdade, mas tanto que a amei. Esta voz buscava o vento para tocar-lhe o ouvido. De outro. Será de outro. Como antes dos meus beijos. A voz, o corpo claro. Os seus olhos infinitos. Já não a amo, é verdade, mas talvez a ame ainda. É tão curto o amor, tão longo o esquecimento. Porque em noites como esta tive-a em meus braços,a minha alma não se contenta por havê-la perdido. Embora seja a última dor que ela me causa,e estes sejam os últimos versos que lhe escrevo."

terça-feira, 9 de março de 2010

Criada a Primeira Delegacia de Proteção aos Animais de São Paulo.


Há cerca de 5 anos, uma vizinha se divertia ao jogar bombinhas no cachorro da minha avó. Além de se assustar com o barulho, ele foi queimado diversas vezes.
Até que fiz o comunicado: se ela fizer outra vez farei um B.O.
E ela fez. Claro que minha vontade era dar uns bons tapas nessa vizinha, mas decidi ir até a delegacia mais próxima.
Quando disse ao delegado que queria registrar a ocorrência, ele riu de mim e disse que não faria. Só após muita insistência da minha mãe ele registrou.

É com grande alegria que repasso esta notícia: em Campinas, foi inaugurada a Primeira Delegacia de Proteção aos Animais de São Paulo.

Uma conquista muito importante para todos que, assim como eu, já enfrentaram dificuldade ao tentar fazer um Boletim de ocorrência devido a maus tratos aos animais.

Espero que a cada dia, todos possam entender e agir em prol de vidas inocentes e tão maltradas por nós, os seres "RACIONAIS".
Mais informações no site da Luisa Mell http://luisa.mell.blog.uol.com.br/arch2010-03-07_2010-03-13.html

BJS, Thais Petranski

Nenhum comentário:

Postar um comentário