Pablo Neruda

"Isso é tudo. Ao longe alguém canta. Ao longe. A minha alma não se contenta com havê-la perdido. Como para chegá-la a mim o meu olhar procura-a. O meu coração procura-a, ela não está comigo.
A mesma noite que faz branquejar as mesmas árvores. Nós dois, os de então, já não somos os mesmos. Já não a amo, é verdade, mas tanto que a amei. Esta voz buscava o vento para tocar-lhe o ouvido. De outro. Será de outro. Como antes dos meus beijos. A voz, o corpo claro. Os seus olhos infinitos. Já não a amo, é verdade, mas talvez a ame ainda. É tão curto o amor, tão longo o esquecimento. Porque em noites como esta tive-a em meus braços,a minha alma não se contenta por havê-la perdido. Embora seja a última dor que ela me causa,e estes sejam os últimos versos que lhe escrevo."

quarta-feira, 3 de agosto de 2011

Sobre declaração da Sandy à Playboy

Todos ainda estão falando da tal declaração da Sandy em uma entrevista que será publicada na próxima Playboy, cujo ensaio principal é de Adriane Galisteu.
“É possível ter prazer no sexo anal” é a frase da vez. A cantora afirma que tal citação faz parte de um contexto, mas foi publicada de uma maneira sensacionalista. O que me chama atenção é uma nação fazer tanto estardalhaço com isso. Logo nós, brasileiros, que vemos crescer a cada dia o número de implantes de silicone nas nádegas! Nós idolatramos bundas e não falamos sobre sexo anal! Cantamos e ouvimos “músicas” que deveriam se enquadrar no ritmo “pornográfico” (que deveria ser criado urgentemente) e sexo ainda é tabu?
Não é tabu, somos hipócritas, essa é a verdade. O que gerou tamanha repercussão foi o fato da Sandy ter comentado o tema? Se fosse algum ator saradão não seria tão polêmico, não é mesmo? Mas, (pasmem!) todos nós temos cú! Até a Sandy! O que cada um faz ou deixa de fazer com o seu não é problema de mais ninguém.
Chega a ser engraçado, o país que exporta bundas se assustar com uma declaração na capa de uma revista masculina. Convenhamos, alguém estava esperando um entrevistado para a Playboy falar sobre corte e costura ou jardinagem?
Uma frase foi capaz de ofuscar o ensaio de Adriane Galisteu? Logo ela com aquele corpo? O povo acha feio, mas quer ver cú, essa é a verdade. Enquanto não o fotografam, o povão vai continuar imaginando o da entrevistada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário