Pablo Neruda

"Isso é tudo. Ao longe alguém canta. Ao longe. A minha alma não se contenta com havê-la perdido. Como para chegá-la a mim o meu olhar procura-a. O meu coração procura-a, ela não está comigo.
A mesma noite que faz branquejar as mesmas árvores. Nós dois, os de então, já não somos os mesmos. Já não a amo, é verdade, mas tanto que a amei. Esta voz buscava o vento para tocar-lhe o ouvido. De outro. Será de outro. Como antes dos meus beijos. A voz, o corpo claro. Os seus olhos infinitos. Já não a amo, é verdade, mas talvez a ame ainda. É tão curto o amor, tão longo o esquecimento. Porque em noites como esta tive-a em meus braços,a minha alma não se contenta por havê-la perdido. Embora seja a última dor que ela me causa,e estes sejam os últimos versos que lhe escrevo."

quarta-feira, 27 de fevereiro de 2013

Que o faça



"Se você quer me atingir, que o faça. Se quer me difamar, que o faça também. Mesmo que eu vá preso por causa de minhas convicções, irei com toda a honra, mas ainda assim cumprirei minha missão!"
   Esta frase faz parte do poema Nona Onda, de Daisaku Ikeda, inspirado no quadro de mesmo nome do pintor Aivazovsky. Um pequeno barco no meio do oceano. Águas agitadas colocando em risco todos os que a desafiam. Assim é a vida: uma sucessão de riscos que somos obrigados a superar em meio a agitação dos dias. Mesmo que  a luz do sol sugira algum conforto, a força do imprevisto surge desafiando os corajosos e os conformados. A força é igual para todos, a única diferença é o que pensamos sobre tais acontecimentos. Reação da mente para mudar a realidade que vemos agora. Persistência. O contato com a filosofia budista ajuda muito e acaba criando uma consciência antes ignorada pelos castigos  oriundos das más ações. Causa e efeito. Saber que alguém precisa de ajuda e tentar ajudar. De uma maneira, de outra e assim continuar. Aceitando ou não a ajuda, ainda assim cumprirei minha missão. Ou dever. Ou opção. Visão. Vontade. Teimosia. Seja lá o nome que se queira dar.

Thais Petranski


Nenhum comentário:

Postar um comentário