Pablo Neruda

"Isso é tudo. Ao longe alguém canta. Ao longe. A minha alma não se contenta com havê-la perdido. Como para chegá-la a mim o meu olhar procura-a. O meu coração procura-a, ela não está comigo.
A mesma noite que faz branquejar as mesmas árvores. Nós dois, os de então, já não somos os mesmos. Já não a amo, é verdade, mas tanto que a amei. Esta voz buscava o vento para tocar-lhe o ouvido. De outro. Será de outro. Como antes dos meus beijos. A voz, o corpo claro. Os seus olhos infinitos. Já não a amo, é verdade, mas talvez a ame ainda. É tão curto o amor, tão longo o esquecimento. Porque em noites como esta tive-a em meus braços,a minha alma não se contenta por havê-la perdido. Embora seja a última dor que ela me causa,e estes sejam os últimos versos que lhe escrevo."

terça-feira, 16 de junho de 2009

Lembranças nunca se vão...simples assim!


É impressionante como a sintonia com o universo se revela a cada segundo.
Há pouco descobri o texto do Arnaldo Jabor sobre algo q eu queria escrever, porém ele já havia escrito. Sem problemas!
Mas postarei aqui toda frase, letra, símbolo, foto e música que faça sentido na minha vida. Tudo que está neste blog, mesmo que uma citação, tudo tem um link com meu mundo.

Acabo de ler o email de uma pessoa que me faz crescer muito e a qual tenho muita afinidade. Estamos em momentos idênticos em relação ao crescimento pessoal e temos muito o que entender ainda.
Sil, concordo com vc. Não passamos em branco na vida de ninguém, e essa nossa intensidade é o que desconcerta as pessoas que não estão preparadas para nós, afinal, quem é que precisa de crescimento espiritual?

Voltando ao assunto anterior, a frase é: "lembranças nunca se vão".

São elas que nos trazem de volta os momentos de alegria. E com um pouco de poesia, nós as transformamos em algo grandioso. Nossas palavras ecoam até onde a última vibração sonora possa chegar.
De um grão de alegria ou sonho bom que encontramos em meio ao caos, podemos criar um universo novo, cheio de cores, palavras e realizações.
Sim, somos artistas da vida(assim como diz o Bruno).
Escrever é um dom.
Pensar e agir, fazem parte da essência de cada ser, e essas variações podem mudar muito entre as pessoas.
O mais importante de tudo, é estarmos de cabeça erguida e seguirmos em frente, mesmo com algumas cicatrizes. Nossos machucados são inevitáveis, mas as feridas sempre fecham. Não se esqueça disso!
E para concluir a genialidade desse mergulho na alma do universo, uma citação de Marcia De Luca (Fundadora do CIYMAM):

"Toda posse é temporária. Tanto que no momento em que conseguimos algo, já começamos a pensar em ir atrás de outra coisa e no momento em que perdemos algo que possuímos, sofremos!

Ao desapegar, paramos de ter medo de perder, de ter o desejo de possuir. E aí se dá o mais interessante: ao paramos de correr atrás das coisas e das pessoas, passamos a viver conectados com a nossa essência, nos descobrimos donos do universo inteiro!"

-------------------------------
Só temos que entender que algumas pessoas analfabetas usam a palavra "desapego" como sinônimo de desrespeito.
Buscam a felicidade com alguém um dia e no dia seguinte a felicidade está em outro ser.
A FELICIDADE NÃO ESTÁ NO OUTRO!!!! Está dentro de nós. E podemos procurá-la em cada pessoa neste mundo, mas se ela não estiver conosco, essa busca será em vão e só trará sofrimento aos que estiverem envolvidos.
Veja: "envolvido" não é sinônimo de desapego, e sim de bem querer, ou amor se preferir assim dizer.
Concluíndo: quanto mais pessoas vc envolver na sua "busca" pela felicidade, maior será sua frustração.
O amor simplesmente acontece.
A afinidade simplesmente existe.
A sintonia apenas varia.
Simples assim, como tudo nesta vida.
E se quiser mergulhar nesse universo comigo, só me avisa. Mesmo que por telepatia!
Bons sonhos!!!!!!!!!!!!

Um comentário:

  1. Q lindo! foi incrível o modo como vc conseguiu interligar todas as nossas idéias com os diversos textos!
    incrível como descreveu exatamente o q tento descrever qdo falo sobre lembranças..
    Foi ótimo saber que o texto sobre desapego não é da "moça" e sim de Márcia de lucca e o mais legal é q vc descreveu o "desapego" que a "moça" relata em seu orkut..

    Perfeito o texto do Arnaldo Jabor! ele é demais!

    ResponderExcluir